quinta-feira, 31 de março de 2011

La bielha ribeira


triste, la bielha ribeira
nun sabe l que neilha cuorre:
se sue auga nun dá bida,
ye beneno onde se muorre.

Fonso Roixo

1 comentário:

ACangueiro disse...

Ls cachones la ribeira ten muitas colores. Stás amparable!